GUIA DE EMPRESAS
CATEGORIAS
 
   

 
PROFISSIONAIS
 
   
Venezuelana PDVSA atrasa dívidas e usa banco russo para pagar ONGC, dizem fontes

A petroleira estatal venezuelana PDVSA deixou de realizar pagamentos de dívida à indiana ONGC, maior produtora de petróleo da Índia, por seis meses, e usou anteriormente um banco estatal russo e outra empresa de energia indiana como intermediários de pagamentos, disseram duas fontes familiarizadas com a transação.

A ONGC Videsh, braço de investimentos da ONGC, confirmou que a PDVSA atrasou os pagamentos, mas não quis detalhar os atrasos.

“Eles estão com alguns desafios nesse ponto”, disso a ONGCVidesh em email após perguntas da Reuters. “No devido tempo isso será solucionado e medidas adicionais serão adotadas.”

“Temos uma boa relação de trabalho com a PDVSA”, disse a ONGC.

A PDVSA não quis comentar.

Mas as duas fontes, que solicitaram anonimato, disseram que a PDVSA não realiza pagamentos desde abril, no que foi um atraso de 540 milhões de dólares em dividendos devidos à ONGC pelo investimentos que a companhia indiana fez em um projeto de energia na Venezuela.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse na semana passada que o país planeja reestruturar 60 bilhões de dólares em títulos, a maior parte detidos pela PDVSA.

Em janeiro, o estatal Gazprombank, da Rússia, liberou o pagamento de 19,75 milhões de dólares em dívidas pendentes da Venezuela à ONGC, disseram duas fontes. Os detalhes do pagamento e o envolvimento do Gazprombank não haviam sido divulgados anteriormente.

A indiana Reliance Industries, proprietária do maior completo de refinarias do mundo e um dos maiores compradores de petróleo da PDVSA, pagou 68,66 milhões de dólares à ONGC, em nome da PDVSA em abril disseram fontes.

Gazprombank e Reliance não responderam a pedidos da Reuters para comentário.
Agência Reuters




 
DESTAQUES
 
 



 

 
PUBLICIDADE
 
 
 

 
PARCERIAS
 
 
 
 

 
  Copyright © 2009 - Guia Oil e Gas Brasil